O objetivo do blog é divulgar os dispositivos alternativos na rede de Saúde Mental e propagar a ideia da luta antimanicomial. A partir da democratização da psiquiatria, os profissionais de saúde mental visam trabalhar de forma interdisciplinar no âmbito do novo contexto da psiquiatria renovada.

sábado, 13 de março de 2010

Modelo de Projeto Terapêutico para Caps

Conforma solicitado por leitores do blog, tenho um modelo de projeto terapêutico para Caps. Abaixo segue uma cópia do Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal da UFRGS implantado no Hospital de Clínicas de Porto Alegre.

HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE

Projeto Terapêutico Adulto Caps II

1. INTRODUÇÃO Os CAPS representam estruturas terapêuticas intermediárias entre a hospitalização integral e o acompanhamento ambulatorial, que se responsabilizam por atender indivíduos com transtornos psiquiátricos graves, desenvolvendo programas de reabilitação psicossocial. Entende-se por reabilitação psicossocial a possibilidade de reverter um processo desabilitador através do aumento da contratualidade social do indivíduo com o mundo.
Desde agosto de 2000 funciona, em prédio anexo ao HCPA, o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) constituído na modalidade CAPS II, conforme a Portaria 336 de 19 de fevereiro de 2002, credenciado em outubro de 2002.
A assistência é prestada a uma população adulta com transtornos mentais graves e persistentes, causadores de importante grau de desabilitação, ou seja, limitação ou perda de capacidade operativa. O atendimento abrange regime intensivo, semi-intensivo e não intensivo.




1.1 OBJETIVO GERAL
 - Promover a manutenção dos usuários no melhor nível de funcionamento e máximas condições de autonomia possível, para cada caso, evitando novas internações e visando a reintegração no seu grupo social.
- Integrar a família ao tratamento.


1.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS
:: Reduzir os sintomas: farmacologia, grupos terapêuticos, apoio familiar;
:: Reduzir a Iatrogenia: diminuindo e eliminando sempre que possível as conseqüências físicas e comportamentais da institucionalização prolongada.
:: Promover a competência social e profissional;
:: Reduzir o estigma;
:: Apoiar a familiar e seu grupo social;
:: Promover autonomia.


1.3 POPULAÇÃO-ALVO

Usuários com transtornos psíquicos graves e persistentes referidos dos serviços de saúde mental.


1.4 RECURSOS HUMANOS
A equipe fixa constitui-se de:
:: 2 enfermeiras;
:: 1 auxiliar de enfermagem;
:: 1 terapeuta ocupacional;
:: 1 recreacionista;
:: 1 psicóloga;
:: 1 assistente social;
:: 1 recepcionista;
:: 1 funcionária da higienização;
:: médicos residentes em psiquiatria
:: 2 psiquiatras supervisores.
O serviço de nutrição fornece a alimentação dos usuários.
Contamos, também com estagiários em graduação e com o trabalho voluntariado.

2. METODOLOGIA
Os pacientes serão triados pela equipe médica, de enfermagem e serviço social com aplicação do formulário de ingresso e das escala de auto-cuidado KATS, escala BPRS ancorada e escala qualidade de vida-breve além de dados de anamnese objetiva e subjetiva.(ANEXO 3). Todos os pacientes serão discutidos em equipe quando se definirá a inclusão, grau de desabilitação e plano de atendimento.

Plano I: O plano de atendimento nos primeiros 6 meses visa resgatar hábitos de socialização, auto-cuidado, conhecimento sobre a doença e desenvolvimento de habilidades cognitivas. Após esse período de atendimento, todos os pacientes serão reavaliados com objetivo de definir a seqüência de atendimento e possibilidade de ingressar no plano II. A partir deste momento serão definidos critérios para encaminhamento dentro ou fora do CAPS. O trabalho de reabilitação abrange dois planos distintos e interligados de trabalho.

Plano II: Treinamento profissionalizante, adaptado para cada paciente conforme capacitação específica.
• Não necessariamente dentro do CAPS.
• Auxilio na busca de trabalho também através de convênios com empresas.
*** OBS: Os períodos de permanência nos planos são estimados em caráter experimental dependendo sua confirmação da evolução prática do trabalho.

2.1 FLUXOGRAMA
OBS: Os pacientes que ingressarem no CAPS, já deverão ter sido atendidas em nível ambulatorial.




2.2 PLANO I

Programa de Reabilitação Psicossocial
Este programa tem como objetivo o treinamento para atividades de auto-cuidado de forma mais abrangente possível aos usuários do CAPS. O programa de capacitação de auto-cuidado é dividido em quatro núcleos: núcleo de psicoeducação, núcleo de treinamento cognitivo-comportamental, núcleo do auto-cuidado, núcleo terapêutico. Cabe salientar que esta divisão tem caráter didático e operativo, posto que suas atividades estão intrínsicamente interrelacionadas.
Núcleo de Psicoeducação; O núcleo psicoeducação visa capacitar os familiares quanto ao entendimento da doença, informando sobre aspectos diagnósticos, terapêuticos, prognósticos. Este trabalho é desenvolvido, a partir do ingresso no Caps, semanalmente, em grupo de no máximo de 10 indivíduos (no máximo 2 por família). Este treinamento é realizado pelos residentes de medicina do HCPA em estágio rotativo. As atividades consistem de 10 aulas expositivas, com duração de uma hora e meia, bem como exercícios práticos de reforço.
Núcleo de Treinamento Cognitivo-Comportamental : Esta atividade consiste de um treinamento para melhora de funções cognitivas através de exercícios práticos além de informações sobre aspectos diagnósticos, terapêuticos e prognósticos sobre a doença, com freqüência semanal, de uma hora e meia de duração, em grupo de no máximo 10 pacientes, a partir do ingresso no CAPS.

Núcleo do Auto-Cuidado
1) Grupo de Cuidados Pessoais: realizado semanalmente e coordenado pela enfermeira com a participação do auxiliar de enfermagem. O grupo deverá ter uma duração máxima de 30 minutos e deverá realizar-se preferencialmente entre as 12:30 e 13:00 horas. Este horário é conveniente no sentido de reunir dois turnos. Assuntos a serem abordados: higiene pessoal, vestuário.
2) Oficina de Culinária: é um grupo que ocorre nas segundas feiras, das 10 horas às 11:30 horas, terça-feira das 14 horas às 15:30, quinta-feira das 10:30 às 11:30 e sexta-feira das 14 horas às 15:30, sob a coordenação da auxiliar de enfermagem e participação da enfermeira, tem como proposta ensinar cardápios simples para sua própria alimentação. Desta forma eles adquirem autonomia, segurança e liberdade de escolha nos alimentos; organização no preparo e conceito de higiene.
3) Atividade de Vida Diária: os pacientes serão treinados para compras, transportes públicos, pagar e receber dinheiro, falar ao telefone, utilizar computador, marcar consultas, etc. através da participação em diversas atividades que são realizadas nos diferentes núcleos.
4) Grupo de Treinamento em Medicação e Doença: este grupo é realizado quartas e quintas feiras alternadamente e será coordenado pelos residentes ou cursistas do primeiro ano de psiquiatria que estejam em estágio no CAPS. Tem duração de 45 minutos, 30 minutos iniciais para exposição teórica e 15 minutos para perguntas. Projeta-se que este grupo possa ser ampliado a familiares no futuro. Tem como objetivo a melhor adesão ao tratamento, através do entendimento sobre a doença, mecanismo de ação dos medicamentos, efeitos colaterais.
5) Atividade do Passeio: passeios realizados nas quartas-feiras das 13:30 até 16:30 e contam com a participação dos residentes, enfermagem e psicologia. Busca integrar os tópicos trabalhados durante a semana, como o convívio social, autonomia, colocando-os em prática e estimulando a participação dos usuários nesta tarefa.
6) Grupo Operativo: é um grupo de usuários do CAPS que se responsabilizam por realizar tarefas diárias de organização (cozinha, banheiro, camas, sala) têm como objetivos aprendizagem de AVDs ,organização, resgate da auto-estima, valorização e interação social. Realizam-se reuniões nas segundas-feiras no horário das 12:00 ás 12:30 sob a coordenação da Terapeuta Ocupacional.
7) Alongamento: é realizado todas as manhãs, sendo sempre, a primeira atividade do dia. Além dos benefícios de relação do sujeito com o seu meio, oportuniza a manutenção e/ou recuperação do movimento normal de membros e articulações desenvolvendo melhor mobilidade articular, agilidade, assim como auxilia no processo de restabelecimento ou construção da corporeidade nos pacientes. Está sob a coordenação do recreacionista terapêutico.
8) Assembléia: reunião realizada semanalmente, na quinta-feira, com usuários e equipe que tem como objetivo discutir assuntos pertinentes ao funcionamento do grupo e CAPS estimulando um indivíduo crítico, com opinião.

Núcleo Terapêutico
1) Grupo de Atividade Pedagógica: atividade que vem sendo desenvolvida pelos professores do voluntariado, nas quartas-feiras à tarde. O programa visa resgatar conhecimentos teórico-práticos adequando-se em nível de escolaridade individual. Deve servir de estímulo para pelo menos um grupo de pacientes retomar atividade escolar oficial.
2) Grupo de Pacientes: Dois grupos quinzenais de usuários com alternância semanal. A equipe fixa é constituída de um médico psiquiatra, psicólogo e auxiliar de enfermagem. A coordenação é efetuada por todos os técnicos de forma alternada. O coordenador tem um papel ativo, com a utilização da dinâmica de grupo e interações entre os membros, na busca dos objetivos: Entre os objetivos: promover aspectos mais integrados da personalidade; promover contato interpessoal a fim de favorecer suporte e socialização; desenvolver teste de realidade, através da discussão dos sintomas e compreensão do transtorno mental; permitir a expressão de emoções com vista a reduzir ansiedade.
3)Acompanhamento psiquiátrico individual: os usuários serão atendidos individualmente pelos residentes de psiquiatria, em princípio mensalmente, para revisão do quadro terapêutico e do esquema farmacológico.
4) Grupo de Familiares: Dois grupos quinzenais de familiares, com alternância semanal. A participação de familiares é obrigatória. A equipe fixa é constituída de um médico psiquiatra, psicólogo e assistente social. Tem como objetivo integrar a família ao tratamento, informar e esclarecer sobre o transtorno mental, buscar a facilitação da convivência com o paciente e suas limitações: estimular a troca de experiências entre famílias que compartilham um problema comum, estimular a autonomia na busca de recursos e soluções junto à comunidade.
5) Roda de Conversa: Ocorre nas terças e sextas-feiras sob a coordenação da enfermeira e com a participação da estagiária de psicologia e da auxiliar de enfermagem. A roda de conversa promove um ambiente de redescobertas; onde conseguem cuidar de si e dos outros.
6) Grupo de Acolhida: Ocorre todas as segundas-feiras pela manhã e é coordenado pela psicóloga e terapeuta ocupacional. O grupo aborda a rotina do fim-de-semana, estimulando ao convívio familiar e a atividades recreativas. Pode definir metas de trabalho para a próxima semana.
7) Grupo Psicodinâmico: Ocorre nas quintas-feiras às 13:30, tem duração de uma hora, é coordenado pela psicologia e conta com a participação da enfermagem. As dinâmicas de grupo são utilizadas para favorecer a integração dos colegas. Além disso, são utilizadas técnicas que favorecem a integração dos participantes por meio de experiências pessoais que são compartilhadas e que ganham significado por meio do que é falado e compreendido pelo grupo.
8) Jornal CAPS: É elaborado pêlos usuários com matérias que descrevem suas atividades, passeios, notícias do mundo, eventos. Além disso, mantém o contato e a crítica das atualidades e coloca em circulação nossas produções. É impresso pela gráfica do HCPA, tem periodicidade trimestral e está sob a coordenação da terapeuta ocupacional e recreacionista.
9) Oficina de Pintura e Atividades Plásticas: Realizada por voluntários nas sextas-feiras com duração de uma hora, turno da manhã e tarde.
10) Oficina de psicodrama: esta oficina tem como objetivo possibilitar, através da dramatização, a vivência de uma determinada situação trazida pelo grupo. Ao final da representação são convocados a compartilhar seus sentimentos e impressões com os demais e após é feita reflexão no grande grupo. Realizada semanalmente, nas quintas-feiras no horário de 9:30 às 10:45.
11) Oficina de Pintura e Desenho: esta é uma atividade de expressão artística que procura auxiliar no processo de auto-reconhecimento do portador de sofrimento psíquico, oferecendo um setting diferenciado e a possibilidade de expressão de sentimentos de forma não-verbal. Esta oficina funciona semanalmente com duração de 1 hora.
12) Oficina de Exercício da Cidadania e Leitura de Notícias de Jornais: consiste numa oficina de caráter operativo e sócio-educativo com uma hora de duração, duas vezes por semana sob a coordenação do Serviço Social. O objetivo é estimular e promover uma atitude de cidadania levando os usuários à reflexão, a experimentação e a capacitação da prática social através da discussão, debate, troca de experiências e leitura de notícias de jornais de temas relativos a questão sociais, políticas e de livre escolha dos usuários.

2.3 PLANO II
Núcleo de preparação para o trabalho e convívio social
1) Oficina de Geração de Renda: esta atividade proporciona geração de renda, além de trabalhar aspectos como lidar com diferentes materiais, organização, responsabilidade, dificuldades, aprendizagem e, se possível, profissionalização. A renda poderá ser usada para compra de materiais.
• Confecção de velas: realizada às segundas-feiras, sob a coordenação da terapeuta ocupacional e recreacionista.
• Pintura em tecido e bordado: realizada às segundas-feiras, sob a coordenação da terapeuta ocupacional e enfermeira.
2) Oficina de informática: realizada às quintas-feiras, sob a coordenação da terapeuta ocupacional.
3) Recursos da comunidade: Esta proposta é de buscar contatos com recursos da comunidade, estabelecendo convênios e alternativas na profissionalização, socialização, educação, reabilitação e reinserção de nossos usuários. A responsabilidade técnica é da recreacionista e terapeuta ocupacional.
4) Esporte Cidadão: esta atividade é realizada quinzenalmente sob a coordenação da recreacionista. É trabalhado sobre uma modalidade esportiva, de escolha do grupo, proporcionando conhecimento à cerca dos esportes. São discutidas sobre regras, personalidades, acessibilidades, locais, materiais e demais aspectos pertinentes. Além disso, é proposta a prática e/ou visitas.
5) Oficina Reciclando Papéis: esta oficina procurará trabalhar a inclusão social e desenvolver a autonomia dos usuários potencializando seus interesses pelo processo de fabricação de papel reciclado artesanal. A intenção é oferecer a possibilidade de aprender um labor que possa, além de auxiliar na manutenção de seu bem estar mental, eventualmente, garantir uma renda extra como retorno pela dedicação empenhada.

CLIQUE AQUI para entrar na página do modelo de projeto terapêutico.

122 comentários:

  1. Olá amigos, será que seria possível enviar este modelo de atendimento do CAPS Porto Alegre para o meu email? Pois no artigo do vosso blog a planilha ficou cortada... Se possível o faça, eu gostei e quero analisar as informações. Fico grato pela gentileza, e parabéns pela causa defendida por aqui! Will (o email é: bipolarbrasil@r7.com)

    ResponderExcluir
  2. Olá a todos, gostaria de receber este modelo de atendimento do CAPS, pois nao conseguir salvar sou graduanda de enfermagem do ultimo ano, sou apaixonada por psiquiatria e gostaria de receber para novos conhecimentos. ADORO tds voces pois, quero um dia fazer parte deste trabalho lindo!!!!! Yodamurikka@gmail.com
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde,

      Creio que para qualificar o trabalho pedagtógico nas oficinas é imprescindível na equipe multiprofissional o PEDAGOGO que dentro do CAPS, tem atribuição de desenvolver atividades educativas e formativas, com ênfase na Orientação Educacional porque de acordo com a portaria nº 130 de 2012 deve integrar asrespectivas equipes.

      Adão Carvalho
      PEDAGOGO

      Excluir
  3. Olá, sou acadêmica de medicina e me interessei muito por este projeto, porém não consigo lê-lo por completo, pois a página dá erro de conclusão. Haveria possobilidade de recebê-lo no meu email?

    Grata.
    cleonice_sousa@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. Olá. sou enfermeira,gerente de caps em cuiabá, pretendo fazer mestrado e o tema que irei pesquisar é sobre projeto terapeutico,parabens está rico esse projeto,e o mesmo fará parte de minha pesquisa.

    ResponderExcluir
  5. Ola, tambem gostei muito do trabalho de vcs, sou Terapeuta Ocupacional do CAPS I de Bauru e se for possivel tambem gostaria de recebe-lo por e-mail. Qual o horario de funcionamento de vcs?
    Obrigada
    soninhamaga@hotmail.com

    ResponderExcluir
  6. Olá sou coordenadora do CAPS I de Juara-MT achei maravilhoso este projeto gostaria de receber este modelo, pois nao consegui salvar esta dando erro de pagina, pois quero fazer parte deste trabalho lindo!!!!! bjim e muito obrigada
    laircepestana@hotmail.com

    ResponderExcluir
  7. boa tarde!
    Gostaria muito que vcs me enviei se possível este modelo de projeto.Ficarei muito grata.(e-mail. olainetorres@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  8. Olá,amigos!
    Fiquei ecantada com este trabalho,amo psiquiatria e como estou iniciando na área
    gostaria de estar recebendo este projeto por email,já que não conseguir pegarpor aqui.
    (garda4848@yahoo.com.br)

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde!
    gostei muito deste projeto, sou pedagoga e trabalho no CAPS, gostaria de receber este modelo de projeto no meu e-mail, ivanildaav@hotmail.com

    ResponderExcluir
  10. Olá sou Assistente Social do CASP I de Iranduba-AM, gostei mto desse projeto terapêutico. Consegui salvá-lo, gostaria de receber novos modelos que forem incluidos neste site. Meu email é monize.oliveira@hotmail.com

    ResponderExcluir
  11. Olá!vou começar a trabalhar como oficineira de caps, e amei todos os seus projetos, e gostaria de recerber todas as materias do sate,e mais dicas de oficina. Meu email bklecia@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  12. Adorei esse projeto e ficarei satisfeita se vcs me enviassem esse material e muitos outros. Estou fazendo estágio no CAPS sou estudante do serviço social e preciso desde já me empenhar neste trabalho que acho muito interessante.desde já agradeço.Meu email é cecilia.g67@hotmail.com

    ResponderExcluir
  13. Penaluz disse...
    ola,amigos.
    Gostei deste projeto gostaria de receber modelos.Estou estagiado no CAPS sou estudante de serviço social deste de já me enpenho nesta profissão porque é muito importante promover o bem a quem precisa.Obrigada.Meu email é marialuizaforum@gmail.com

    ResponderExcluir
  14. Olá,
    Faço psicologia e Gostaria de estagiar no CAPS Rj, mais não consigo informação nenhuma, vocês podem me ajudar?

    Obrigada.

    ResponderExcluir
  15. Olá pessoal!!!
    Parabéns pelo material!!!
    Sou estudante de Psicologia (9ºSemestre) e estou estagiando no CAPS,SSA-Ba. Fiquei interessada por este projeto, é possível recebê-lo na integra? Como outros materiais que vocês puderem disponibilizar, pois estou abordando esta temática em minha monografia.
    Abraços,
    email-claragomespsi@gmail.com

    ResponderExcluir
  16. OLÁ, sou terapeuta ocupacional e trabalho no CAPS em um municipio do estado do Maranhão e gostaria de receber o projeto no meu email na integra! Obrigada!!
    iuskarockia@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ola pessoal sou estudante, no ultimo ano de serviço social, achei asse projeto muito interessante, gostaria que se possível de recebe-lo na íntegra no meu email desde já agradeço a sua colaboração, neves.63@hotmail.com

      Excluir
  17. tabacucp@yahoo.com.br19 de maio de 2011 04:15

    Caríssimo(a),
    Sou psicólogo do caps I da AÇÚ/RN,fiquei realmente encantado sobre este projeto terapêutico,gostaria de receber por e-mail assim como também o filme políticas públicas na saúde mental,documentário entre as grades e a liberdade e além de muitos artigos belíssimo que li.Todos estão de parabens que fazem parte deste blog.
    atenciosamente,
    consultório psicológico " tabaçú "
    Açú/rn,19 de maio de 2011

    ResponderExcluir
  18. Sou Psicologa e Coordenadora do CAPS de Vilhena/RO e gostaria de receber este modelo de atendimento do CAPS para o meu email? mzildagolin@msn.com

    ResponderExcluir
  19. gostaria de receber o artigo completo pelo e-mail adersonsiebra@hotmail.com Sou enfermeiro e estamos trabalhado para implementação de uma unidade. grato

    ResponderExcluir
  20. Boa noite!
    Assim como todos os colegas acima, fiquei encantada pelo projeto, parabéns!

    Se possível for, tb gostaria de recebe-lo por e-mail. (angelseso@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  21. Boa tarde!
    Assim como os colegas sou estudante de Serviço Social no 7 semestre ,gostaria de recebe-lo por e-mail .valdianegsantos@hotmail.com.

    ResponderExcluir
  22. Boa noite!
    Parabéns pelo belissímo trabalho.Se for possível gostaria de receber pelo meu e-mail,pois estou atuando na aréa e adorei o projeto de vcs.(enildapsi@hotmail.com)
    Grata!

    ResponderExcluir
  23. Rosa disse...

    Sou estudante do curso de Serviço Social, se possível gostaria de receber o projeto no meu e-mail,pois vou estagiar no Caps. (rosildamaia2008@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  24. Olá!!!
    Sou terapeuta ocupacional do estado do Maranhao e também gostaria de receber este projeto.. muito bom mesmo. Parabéns! (alicesgui@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  25. esta sendo implantado em nossa cidade o CAPS, fui contratada como pedagoga, qual
    meu papel,função visto que não terá terapeuta ocupacional terei que desenvolver um projeto qual e com seria??
    MONTE CASTELO,20/07/11
    email(nilsebastos@yahoo.com.br)

    ResponderExcluir
  26. eu deixei meu imail do yahoo, e não conseguindo a senha , se for possivel vcs me responder no outro que é (nilsebastos@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  27. GOSTARIA DE RECEBER PROTOCOLO DE ACOLHIMENTO E PROTOCOLO DE NORMASW E ROTINAS(SIMONE.FERNANDES123@HOTMAIL.COM)

    ResponderExcluir
  28. Olá, sou psicóloga, trabalho em Caps e também tenho interesse em receber o material: ana_suy@yahoo.com.br.

    Grata.

    ResponderExcluir
  29. Olá sou assistente sociale gostei muito e vou
    trabalhar no caps gostaria muito de receber modelo de acolhimento e tambem o modelo do projeto para implantação. luzia.toninho@hotmail.com

    ResponderExcluir
  30. Gostaria muito que todos os CAPS funcionassem desta maneira, e principalmente com responsabilidade. Adorei seu trabalho.
    Sou enfermeira e sejo problemas em relação a saude mental como:
    Teoricamente os CAPS deveriam resolver os problemas dos pacientes com sofrimento mental e, principalmente fazer com que este pacientes sejam reintegrados a sociedade, com dignidade e com a capacidade de alto sustentação. Porem não é isso que acontece.
    Podemos primeiro apontar a falta de estrutura física, onde os locais são pequenos, improvisados, desestruturados e sem a menor condição de suportar o numero de pacientes que necessitam de atendimentos semi intensivos e intensivos.
    Segundo lugar, podemos apontar as falhas em relação à preparação e conhecimento dos colaboradores que ali estão para dar suporte para estes pacientes. Percebo que não há um trabalho continuo utilizando as oficinas terapêuticas, e sim, as oficinas terapêuticas, assim como a alimentação oferecida a estes pacientes são vistas como ocupação de tempo durante a permanência deste cliente e não há desenvolvimento intelectual ou social.
    Em terceiro lugar vejo a falta de acompanhamento deste pacientes, onde não há alta dos CAPS, e os pacientes acabam ficando presos nas oficinas que não levam a melhora nenhuma da sua realidade, alem de ocupar vagas de outras pacientes que necessitam de acompanhamento multiprofissional em saúde mental. Muitos deles continuam sendo assíduos por necessitarem de receitas médicas para medicamentos, assim como relatórios médicos para continuar recebendo benefícios, pois não conseguem inclusão social. Sem falar que muitas vezes a única comida e abrigo do tempo que eles tem são as oferecidas no CAPS, pois a família continua alienada a sua responsabilidade e a sua importância na melhora do paciente.
    E em quarto e último lugar, percebo a falta de oportunidade dadas a estes pacientes para a reinserção social, onde muitos não tem profissão, nem estudo e nem oportunidade de iniciar no mercado de trabalho. Vejo a necessidade de utilizar os espaços das oficinas para oferecer um oficio para estes pacientes. Poderia ser criado um programa de emprego para doentes mentais, assim como outros programas custeados pelo governo, tornando assim este paciente independente, e sem necessidade de utilizar benefícios do INSS.
    Não vejo estes problemas como barreira ou algo impossível de serem resolvidos, mais sim uma batalha árdua a ser enfrentada pelo governo, por profissionais e por familiares. Basta haver interesse e deixar de querer esconder os pacientes com transtornos mentais.

    Desculpa o desabafo.
    dannyenf@ig.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. concordo em tudo o que voce comentou pois também sou colaboradora em um Caps I como Terapeuta Ocupacional.Passo pelos mesmos problemas que voce em minha região e falta ver os pacientes com doença mental como individuos que podem e devem ser melhor considerados por todos, proncipalmente pelo governo.

      Excluir
  31. Olá! Gostaria de receber por email, se possível, o modelo do projeto terapêutico para CAPS.

    Email:msanchieta87@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  32. acadêmico de psicologia e estagiário do Caps II.
    ótimo projeto...parabéns..
    poderias me enviar por e-mail.

    deomarluis@yahoo.com.br
    grato

    ResponderExcluir
  33. sou psicóloga em um CAPS II.
    interessei-me pelo projeto e gostaria de ter contato com o mesmo em sua íntegra, se possível. desde já, agradeço.

    liarascorpioni@hotmail.com

    ResponderExcluir
  34. Sonho implantar um CAPS MENTAL no meu município, gostaria de receber um modelo de projeto para implantação. Se possível for, aguardo resposta com brevidade. Email:vandeizafigueiredo@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  35. Boa tarde !

    Trabalho como sectária de saúde, e gostaria se possivel um referencial ou modelo de um projeto de CAPSI... ABRAÇOS ... Meu email v_vi_18@hotmail.com

    ResponderExcluir
  36. Olá!!!
    Muito bom seu trabalho...Sou terapeuta ocupacional e também gostaria de receber este projeto por email.. muito bom mesmo. Parabéns!
    kbmilitao@hotmail.com

    ResponderExcluir
  37. A realidade é cruel, a sociedade preconceituosa, a família alienada e os gestores gostam mesmo é da verba que o município com CAPS recebe ( de 20 a 30 mil). Poucos fazem o pouco que pode ser feito, mais longe desta matéria...muito longe!

    ResponderExcluir
  38. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  39. Que maravilha, fico muito feliz de saber que a saúde mental esta sendo bem cuidada. Sou psicóloga do NASF CARIRI e estamos na fase de construção de nosso projeto CAPS, você poderia me enviar este para ajudar em nossas pesquisas. Acesse também nosso blog: nasfcariri.blogspot.com

    ResponderExcluir
  40. OLÁ, SOU PSICÓLOGA E ESTAMOS EM FASE DE IMPLANTAÇÃO DE UM CAPS I EM MEU MUNICIPIO.
    NO INICIO TUDO É DIFICIL, ENTAO GOSTARIA SE POSSIVEL QUE ME ENVIASSEM VIA E MAIL O MODELO DE PROJETO TERAPEUTICO POIS ACHEI MUITO INTERESSANTE A FORMA COMO ESTE FOI ELABORADO.

    FICO NO AGUARDO (j.mg@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  41. olá!
    estou em um projeto de CAPS I. Vc teria alguma referência de construção do projeto de plano terapêutico de CAPS I e não II? Grato. rafa7804@gmail.com

    ResponderExcluir
  42. olá, trabalho no interior do RS e estamos iniciando um projeto de NAAB - saúde mental. Vcs teriam um projeto desses? Meu contato é michellemluiz@hotmail.com, obrigasa

    ResponderExcluir
  43. gostaria de implantar no meu municipio esse modelo se possivel gostaria q vç enviasse esse projeto para meu email agradeço bastante

    meu contato antoniocanuto@bol.com.br

    ResponderExcluir
  44. oi boa tarde vou ser estagiaria no caps aqui da minha cidade e vou trabalhar com oficinas, nunca trabalhei com este tipo de publico e gostaria que me enviassem algum projeto que possa trabalhar com as pessoas daqui. obrigada.eliane
    ecrlrubio@hotmail.com

    ResponderExcluir
  45. O portador de esquizofrenia não consegue mais estudar, haja vista o agravante de seus multiplos pensamentos,então essa pessoa com essa doença mental passa a vida controlando agressividade com medicamento e fazendo a terapia ocupacional.

    ResponderExcluir
  46. Olá, sou Terapeuta Ocupacional e fiquei muito admirada com a riqueza de seu projeto. Em meu municipio-Ce não há CAPS, mas a carència p/ trabalhar com esses ptes é enorme e a demanda é maior ainda. Vivo sonhando na implantação em meu municipio. Gostaria se possível que me enviasse o modelo de projeto terapêutico, p/ q c/ sua ajuda eupossa melhorar a qualidade de vida desses ptes em meu municipio. Um abraço
    jeo-to@hotmail.com

    ResponderExcluir
  47. Parabéns pelo Projeto. É exatamente isto mesmo. Os problemas são os mesmos em todos os lugares....
    Poderia me enviá-lo por e.mail?
    Estamos implantando o CAPS em nosso município e este material , com certeza vai nos ajudar muito...Muito obrigada
    Jeanete - Secretaria Municipal de Saúde de Campnha - MG
    e.mail: jsspaes@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  48. Parabéns pelo projeto, sou psicóloga, gostaria se possível recebe-lo via e-mail.Obrigada Arly Estanislau
    arlyestanislau@hotmail.com

    ResponderExcluir
  49. BOM DIA!!!
    Sou funcionária do CAPS há um ano e meio e parabenizo pelo excelente trabalho que com certza esse material vai nos ajudar muito. Gostaria de receber-lo via e-mail...Grata
    CAPS de Esplanada Bahia.
    E-mail: natty-57@hotmail.com

    ResponderExcluir
  50. Boa Noite.
    Sou Psicóloga e estamos implementando o CAPS na minha cidade. Gostaria de receber seu modelo.
    Desde já agradeço...
    portoxavier@yahoo.com.br
    Jussara

    ResponderExcluir
  51. Ola!!Sou pedagogo do CAPS do meu município e estou precisando do modelo de projetos para serem aplicados no CAPS.
    por favor se possível mandar para meu email.
    marcio.bary@hotmail.com
    obrigado.

    ResponderExcluir
  52. Sou psicologa e gostaria que enviasse esse modelo terapeutico. abraçõs e parabéns;
    eloisamo@bol.com.br

    ResponderExcluir
  53. Olá Boa Noite,
    Sou Terapeuta Ocupacional no CAPS II em Boa Vista - RR inauguramos a menos de um mês e estamos ainda na construção de um plano terapêutico, será que pode enviar esse para meu email ?
    ginacdm@gmail.com
    agradecida

    ResponderExcluir
  54. Oi, sou Terapeuta Ocupacional e estou trabalhando em um CAPS I em Qupapá-PE, o qual foi inaugurado a três semanas e ainda não fizemos o plano terapêutico, gostaria que me enviasse por email mais dicas de oficinas e de atividades em grupo as quais poderem realizar no CAPS.
    ingrid_ferro@hotmail.com
    Desde já agradeço,
    Ingrid.

    ResponderExcluir
  55. Boa noite!!!!!Gostaria de receber essas informações,da terapia ocupacional,haja vista sou pedagoga,e tenho na família,portador de esquizofrenia,desde adolescente hoje está,com 22anos de idade,sei que é necessário a terapia ocupacional,quero passar essas informações a quem necessite,fico feliz em passar as pessoas as informações que aprendo,desde já agradeço em receber as informações,com detalhes de como atender as pessoas com transtorno mental,na ocupação ocupacional,e-mail pedagogaray@hotmail.com

    ResponderExcluir
  56. Olá, sou psicóloga do CAPS 1 de Capitão Enéas-MG e gostaria de estar recebendo este material se possível for. Muito bom, parabéns. Obragada! Imaculada

    e-mail: imaculadaaguilar@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  57. Fico muito procupado com metodologias que pretendem "incluir" o usuário de saúde mental, em atividades e ações "formatadas". A clinica da atenção psicossocial transcende a formatação e propõe que o projeto terapêutico seja singular, deste modo o úsuário não que deve ser "treinado" ou "encaixado" em uma atividade ou ação específica, mas sim escutado, podendo ser percebida sua individualidade, seus anseios e desejo. Métodos e metodologias são importantes sem dúvida, porém não devemos nos prender a eles e perder a possibilidade de criação. Em um CAPS se cria a todo momento, se inventam formas e possibilidades de cuidado.
    O diagnóstico é o sofrimento do outro e não o CID impresso no papel, a "triagem" é o acolhimento, na sua forma mais potente, a singularidade do sujeito. Não percamos isso de vista, assim a reforma psiquátrica se fez e assim ela deve continuar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom existir pessoas como vc...incrivel que o homem ainda precisa aprender isso...a escuta nao e qualquer um que a tem...isso e apavorante! Entao, gostei qdo vc diz que o diagnostico e o sofrimento do outro e nao o CID.
      Bacana isso e continue pensando assim...pois em termos de saude mental esta cada vez mais dificil encontrar profiss. que queiram ainda escutar!!!

      Excluir
  58. Olha adorei a maneira como foi elaborado este projeto, e como estou fazendo um trabalho voluntario em CAPS ele serviu para como suporte...porem em relaçao aos fluxogramas e outros itens nao consegui tirar algumas duvidas, e peço aos senhores que se possivel enviar para meu email:tpsico@yahoo.com.br
    aguardarei contato e mto obrigada pois esta mto bem simplificado

    ResponderExcluir
  59. Gostei muito do seu projeto,estou estagiando no caps e gostaria muito que você se possivel mim enviasse via e-mail. O e-mail é samara.fortex@uol.com.br
    Obrigado.

    ResponderExcluir
  60. Olá!! Gostei muito do modelo de projeto, sou psicólogo no Caps da minha cidade, estamos reestruturando nosso projeto e nossa missão, e eu gostaria de saber se há possibilidade de vcs enviarem esse material e outros afins para o meu e-mail. Já agradeço de antemão. O e-mail é wmcpsicologia@gmail.com .Abraços.

    ResponderExcluir
  61. Olá, sou estudante de Psicologia em Natal/RN, estou no 6° período e gostaria muito de receber o projeto, se for possível enviar por email.
    Desde já agradeço, parabéns!
    monalisabrito2010@hotmail.com

    ResponderExcluir
  62. Boa noite! Gostaria de saber como eu faço para fazer contacto, o meu irmão de problemas mentais e as vezes tem crises agressivas e fica difícil de conviver se possível gostaria de ajuda ele tem 29 anos e as vezes pensa que é criança outras age como adulto e uma rotina complicada já que passo o tempo entre trabalho e estudo me preocupo com minha mãe, pois ela que passa a maior parte do tempo com ele favor preocupo até que ponto a loucura dele é verdadeira. Por entre em contato: 51-84412969 vargasandrades@gmail.com aguardo retorno

    ResponderExcluir
  63. ESTOU ESTAGIANDO NO CAPS E PREPARANDO O MEU PROJETO DE AÇÃO SOU ESTUDANTE DE SERVIÇO SOCIAL SEXTO PERÍODO. GOSTARIA DE RECEBER NO MEU E-MAIL LUCYENE_STAR@HOTMAIL.COM

    OBRIGADA

    ResponderExcluir
  64. oi sou coordenadora de Sm do municipio de araripina e aqui temos um caps para transtornos, estamos implementando a SM e gostaria de receber uma copia deste projeto.
    silvanarolim@yahoo.com.br
    grata. parabens

    ResponderExcluir
  65. OLÁ GOSTEI MUITO DA INICIATIVA DESTE PROJETO. SOU PSICÓLOGA E ESTOU INICIANDO EM UM CAPS DE CIDADE DE INTERIOR. GOSTARIA DE RECEBER UMA CÓPIA DO MESMO POR EMAIL, SE POSSÍVEL: MEU EMAIL É. neilafs18@hotmail.com
    Muito obrigada

    ResponderExcluir
  66. ola boa tarde gente eu tb gostaria de receber este trabalho compreto pelo emeiol an.dreiasantos@hotmail.com obrigado.

    ResponderExcluir
  67. Olá, Sou Terapeuta Ocupacional do interior de Minas Gerais, e gostaria de receber uma copia do projeto em meu email se possível, pois adorei o projeto e gostaria de colocar em pratica aqui em minha cidade. Meu email: zildasales@hotmail.com

    Agradeço e meus parabéns pelo trabalho....

    ResponderExcluir
  68. Boa noite, sou psicóloga no CAPS Inhapim/MG, também gostaria de receber em meu e-mail todo o projeto terapêutico, parabéns é muito bom o trabalho da equipe de vocês. Meu e-mail adrianandrade2@hotmail.com

    ResponderExcluir
  69. Olá, sou coordenadora no CAPS I em Encruzilhada do Sul, gostaria de receber em meu e-mail, se possível, todo o projeto terapêutico. mo_azambuja@hotmail.com Muito obrigada e parabéns!

    ResponderExcluir
  70. Olá! Parabéns pelo projeto. sou Fabiana, psicóloga, se possível também gostaria de recebê-lo via e-mail. fabipegorer@hotmail.com
    Grata

    ResponderExcluir
  71. Boa Tarde!

    Ao ler este projeto capsiano fiquei encantada com as atividades. Moro no interior de Rondônia, um município que tornar-se-á em breve, um polo para atendermos outros municípios circunvizinhos, de CAPS I passaremos ao CAPS II. Algum problema se usarmos este projeto como modelo? Vale lembrar que nossa realidade é carente de vonluntariados, principalmente em psiquiatria. Nosso e-mail institucional: caps.jaru2004@hotmail.com. Grata. Loide Lima Silva

    ResponderExcluir
  72. olá adorei o projeto, sou assistente social do Cras de um municipio de pequeno porte, e estamos nos organizando para que seja instalado um CAPS aqui, gostaria que me enviasse se possivel o projeto para a gente ter base de como funciona. meu email é borgesane@hotmail.com

    muito grata.

    ResponderExcluir
  73. Olá otimo projeto, gostaria de recebe-lo pelo meu e-mail...
    roseazevedo1967@hotmail.com
    obrigada

    ResponderExcluir
  74. DÉBORA MARIA VANZIN DE SALES28 de fevereiro de 2013 09:14

    Muito bom este trabalho...gostaria de recebe-lo em meu email...sou assistente social...meu email...debyvanzinsales@hotmail.com obrigada

    ResponderExcluir
  75. Ótimo o projeto, gostaria de recebe-lo em meu e-mail caso seja possível, sou Psicóloga e tenho interesse em conhecer o projeto melhor.
    e-mail: dayanne.olimpio@hotmail.com
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  76. Ola! Excelente projeto! Goataria de recebe-lo por email.
    Obrigada
    maryduarte2007@hotmail.com
    Abraços

    ResponderExcluir
  77. Olá, projeto muito bom! Também gostaria de receber o projeto completo, se possível: emarsil@bol.com.br
    Grato!

    ResponderExcluir
  78. Parabéns pelo material!!!
    Sou estudante de Enfermagem (8ºSemestre) e estou trabalhando no CAPS,Ba. Fiquei interessada por este projeto, é possível recebê-lo na integra? Como outros materiais que vocês puderem disponibilizar, pois estou abordando esta temática em minha monografia.
    Abraços,
    email-mourageiza2@gmail.com

    ResponderExcluir
  79. Fiquei imensamente interessado do Projeto, e gostaria de recebe-lo na íntegra. Seria possível ?
    Obrigado

    carlin.fernando@gmail.com

    ResponderExcluir
  80. Gostaria de receber uma copia por email deste projeto,pois estamos tentando implementar um caps no litoral do RS e este serviria de norte para que ele existisse. Fui estagiaria neste caps hcpa e so tenho elogios para este trabalho do qual pude fazer parte e aprender um pouco. excelente!

    ResponderExcluir
  81. Gostei muito do projeto,achei muito interessante e dinâmico, gostaria de recebe-lo na integra se for possivél!!!
    Obrigado

    fernandomtex@hotmail.com

    ResponderExcluir
  82. Gostei muito do projeto,achei muito interessante e dinâmico, gostaria de recebe-lo na integra se for possível!!!
    Obrigado

    fernandomtex@hotmail.com

    ResponderExcluir
  83. Gostei muito do seu projeto, sou acadêmico de enfermagem e caso seja possível gostaria de receber na íntegra este projeto para melhor compreensão do seu conteúdo. Desde já muito obrigado e parabéns pela dedicação. Welison Tavares
    welison.tavares@gmail.com

    ResponderExcluir
  84. ola sou TRABALHADOR DA SAUDE MENTAL DE ARAÇATUBA, achei asse projeto muito interessante, gostaria que se possível de recebe-lo na íntegra no meu email desde já agradeço a sua colaboração, duilio.saudemental@hotmail.com

    ResponderExcluir
  85. Sou psicóloga assim, como todos a ideia do Projeto foi muito bem elaboarda, gostraria de receber por completo via e-mail. Colegas que já receberam este projeto poderia esta enviado para mim. marcinhaunp@yahoo.com.br
    Ficarei muito grata pela solidariedade.
    Márcia Amaro

    ResponderExcluir
  86. Olá
    Gostaria de receber seu projeto completo por email, se possível.
    Sou estagiária de psicologia do CAPSi HCPA, e vejo que o estudo e aprimoramento da equipe em relação ao manejo com os usuários torna o dia a dia de um CAPS mais significante.
    Seu blog já está nos meus favoritos!
    meu email é laisherzberg@me.com
    Desde já agradeço pela atenção e pela iniciativa

    ResponderExcluir
  87. Boa tarde,
    Alguém teria o projeto terapêutico de CAPS I?
    e-mail: fps_enf@live.com

    ResponderExcluir
  88. Boa tarde gostaria de saber se vocês tem o projeto terapêutico para Caps I, e algumas dicas de como posso realizar grupos terapêuticos, sou psicologa e estou iniciando o trabalho no caps agora e não tenho muito material que possa me ajudar.
    Desde ja agradeço.
    email: jeniffer_a_p@hotmail.com

    ResponderExcluir
  89. Boa tarde, gostaria de receber seu projeto por email, se possível.
    Meu email vivinhasilvania@yahoo.com.br
    Desde de já agradeço.

    ResponderExcluir
  90. Parabéns pelo projeto!
    Sou psicóloga e gostaria de receber por e-mail.
    fernandalpbarbpsa@hotmail.com
    Grata!

    ResponderExcluir
  91. Boa noite, gostaria de receber esse projeto por e-mail
    karinabirollo@hotmail.com
    Obriaga

    ResponderExcluir
  92. Ola , Sou Psicologo, bem acho que vou ter que engrossar a fila , pedir seu projeto é muita cara de pau , assim gostaria que pudesse me ajudar a referencias,que me ajudasse na construção e leitura, desde modelo de atendimento que é o Caps. Estou no oeste do Parana , perto de Foz . Meu email joaocarlospsicologo@gmail.com. O que puder me enviar de dicas , para eu poder entender melhor na construção destes projeto. Grato ...Obrigado

    ResponderExcluir
  93. Boa tarde, gostaria de receber por email esse projeto não consigo abrir da erro na página.

    renasmoc@hotmail.com

    Desde já agradeço

    ResponderExcluir
  94. Bom dia, sou assistente social e gostaria de receber por email esse projeto não consigo abrir da erro na página.

    gildacia@hotmail.com

    ResponderExcluir
  95. Bom dia, sou enfermeiro e gostaria de receber por email esse projeto não consigo abrir da erro na página.

    carlosandradeenf@gmail.com

    ResponderExcluir
  96. SOU ENFERMEIRA DO CAPS III EM FEIRA DE SANTANA, GOSTARIA DE RECEBER EM MEU EMAIL ESTE PROJETO TERAÉUTICO.GOSTEI MUITO. IRMABARBOSA@HOTMAIL.COM

    ResponderExcluir
  97. anônima- sou voluntária em uma Clínica de transtorno mental e dependência, gostaria que vc me enviasse um plano terapêutico para pacientes dependentes químico no processo de alta hospitalar,digo

    ResponderExcluir
  98. Muito obrigada por compartilhar! Se possível também gostaria de receber este material via email: luizadms22@gmail.com

    Muito grata!
    Luiza

    ResponderExcluir
  99. Também estou "na fila" para receber eese inspirado material! Sou enfermeiro, em Santa Cruz Cabrália, Bahia. Saudações.

    ResponderExcluir
  100. Bom dia, também gostaria de solicitar o material na íntegra por email... ffstreppel@gmail.com
    Sou de Chapecó / SC
    Obrigada desde já!

    ResponderExcluir
  101. Olá, excelente material, poderia enviá-lo na integra pois estamos implantando CAPS, interior de SP. Abraços. janainarfb@hotmail.com
    Muito obrigada.

    ResponderExcluir
  102. Olá, adorei o material, poderia enviá-lo na integra, trabalho no CAPS, interior de SP, Muito Obrigada.
    t.enfermagemresgate@gmail.com
    Thais Travaglia

    ResponderExcluir
  103. Bom dia, se possível também gostaria de receber o material, sou estagiária de psicologia comunitária.
    meu e-mail é ivisardinha@gmail.com
    grata

    ResponderExcluir
  104. Olá! Estou buscando inspiração para elaboração de um projeto para CAPS e este veio a calhar.
    Gostaria de recebê-lo na íntegra e, obviamente, tudo o que for utilizado será devidamente referenciado.
    Parabéns! Um projeto de 2010, que até hoje estamos pedindo cópia, só pode ser bom
    Caso seja possível enviar-me uma cópia eletrônica, meu email é mariz.terra@gmail.com.
    Gratíssima!
    Marizete Gouveia Damasceno

    ResponderExcluir
  105. amei o trabalho de vcs sou pedagoga/psicopedagoga e vou começar a trabalhar no caps gostaria de receber por email o projeto que tenho certeza que irá clarear meus objetivos.
    meu email é sanatolio@bol.com.br

    ResponderExcluir
  106. Boa noite, sou enfermeira e vou começar a trabalhar no Caps da minha cidade.
    Gostaria de receber o material por email: thaispmoraes@gmail.com.
    Atenciosamente,
    Thaís

    ResponderExcluir
  107. Olá parabéns pelo trabalho! Sou sou docente do curso de enfermagem, e gostaria de partilhar essa experiencia com meus alunos e com o serviço de saúde mental da minha cidade, Diamantina MG. Meu email é georgesobrinho@yahoo.com.br.

    Desde já agradeço

    Geoge

    ResponderExcluir
  108. Olá, gostei do trabalho e gostaria de compartilhar com a equipe multiprofissional do CAPS em que trabalho. Desde já agradeço e deixarei meu email.
    sammersp@gmail.com

    Grande Abraço !!!

    ResponderExcluir
  109. Boa noite, gostaria de receber esse projeto por e-mail.
    belaesperanca5@gmail.com
    Desde já agradeço

    ResponderExcluir
  110. Adorei a proposta terapêutica gostaria se possível receber lhes por email de ante agradeço. euslania@bol.com.br

    ResponderExcluir
  111. Olá, para bens pelo excelente trabalho; cliquei na página do modelo de projeto terapêutico, mas esta fora do ar. Gostaria de receber esse projeto por e-mail. judiesperanza@yahoo.com.br - agradeço desde já.

    ResponderExcluir
  112. Bom dia! estamos trabalhando na implantação de um CAPS Ad, tens como me passar o modelo do projeto por email? Meu email é c.alves24@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  113. Olá! Estamos trabalhando numa 'reestruturação' de um CAPS II, seria possivel me passar o modelo do projeto inteiro por e-mail? cristal_sdr@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  114. Boa tarde Parabens pelo trabalho ,sou pedagoga e trabalho em um Caps Ad gostaria de diretrizes que me auxilie no meu trabalho ...tenho duvidas se pode ou nao realizar atendiemntos individuais e se pode como de que forma acontece .grata meu emeil e neiapceno@hotmail.com

    ResponderExcluir
  115. Sou Assistente Social e Coordenadora do CAPS em minha cidade. Se possível gostaria que me enviasse por email o modelo de projeto: vzinha_pacheco@hotmail.com

    ResponderExcluir
  116. Gostaria de receber este modelo de funcionamento....

    Att. Pedro Henrique.

    pedrohferreira@live.com

    ResponderExcluir
  117. Sou estudante de psicológia, fiz um ante-projeto onde se trata do apoio às famílias dos pacientes do CAPS, mas obtive sucesso, fiquei frustada por não conseguir divulgá-lo a qual o avaliador disse existir esse trabalho, mesmo achando existir só no papel como vários projetos se encontram, deixei para lá, na verdade convivo com um paciente que faz acompanhamento no CAPs e sei perfeitamente o tratamento e acompanhamento que ele tem, mais medicametoso do que psicoterápico, faltando muita das vezes o medicamento no próprio CAPS, e não sendo obrigado a frequentar a instituição, comparecendo somente para ter acesso a receita e qd tem, o medicamento também, concluindo, a família não tem nenhuma condição de ajudá-lo, pois os que convivem com esquizofrênicos acabam adoecendo por não terem o suporte e nem acompanhamento destes profissionais que lá estão, como foi dito no comentário acima, a inserção destes pacientes é impossível mediante teoria existente e divulgada em relação a estes centros de atenção, pois o trabalho ajudariam estes pacientes a querer socializar, mas qual empresário de cidade pequena tem interesse nesses profissionais? Temos que mudar não só a visão diante destes problemas, mas o funcionamento e a prática destes centros que tem o psicológo somente de plantão e de pouca ação. Tenho interesse de desenvolver este trabalho no CAPS de minha cidade, me mande por completo malupmendes@hotmail.com

    ResponderExcluir
  118. Gostaria de receber modelo de funcionamento de projeto terapêutico do caps ad.

    email: debora_benedet@yahoo.com.br

    Atenciosamente,
    Rosângela e Débora

    ResponderExcluir

Poderá também gostar de:

Related Posts with Thumbnails